em Empreendedorismo, Liderança

Brilliant Jerks – Tecnicamente excelentes, porém babacas

Você já trabalhou com algum Brilliant Jerk? Alguém tecnicamente excelente mas que era um babaca e piorava a cultura da empresa?
Imagino que a maioria das pessoas já passou por isso. Será que vale a pena ter alguém assim no time?

Novo conto de J.K. Rowling é uma biografia de Draco Malfoy | Exame
Draco Malfoy – Ele é um Brilliant Jerk ou eu

Eis é o famoso brilliant jerk. De nada adianta o talento dele se não souber trabalhar em equipe. O que foi e é fundamental para nossa evolução como espécie é nossa capacidade de poder colaborar em grandes grupos. Para alcançar resultados e ter uma empresa que cresce, a necessidade é a mesma.

Podemos até pensar em como funciona o processo científico hoje. Quantos cientistas você sabe o nome atualmente? Provavelmente poucos ou nenhum, e não precisa saber, pois é o trabalho colaborativo deles que vai gerar grandes resultados e isso tem sido muito mais eficaz do que gênios individuais trabalhando sozinhos por aí.

Acontece que ter alguém excelente mas que não compartilha a mesma visão dos demais é danoso para a organização e para o dia a dia do time. Tendemos a ser complacentes e achar que o problema gerado vai diluir com o tempo. Não vai.

Escolha bem suas lutas, escolha pessoas boas que vão levantar a moral do seu time e que aceitam discutir como pessoas civilizadas e não como donas da verdade.

PS1: Também não é por isso que você vai contratar um incompetente mas que é o amigão da galera.

PS2: Algumas empresas tem políticas claras de contratação para evitar brilliant jerks, o caso mais conhecido é o da Netflix, porém Microsoft e Atlassian também já se pronunciaram sobre isso.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  1. Isso foi algo que aprendi com você em uma de nossas conversas na época da Tikal.

    Eu nunca tinha pensando por este ponto de vista até nossa conversa. Talvez porque antes disso eu não entendia a importância da cultura dentro da equipe, sempre pensava na questão “produtividade”.

    Mas entendi que a produtividade é um reflexo do alinhamento da equipe e do bem estar dela também. Então faz muito sentido ter alguém médio que resolve e tem alinhamento com a equipe do que alguém incrível que vai fazer todo o resto da equipe produzir menos =P

    • Foda cara. Eu acredito que no longo prazo o ” cara médio” vai aprender com os demais e com os próprios erros e vai ser incrível. Muitas vezes aquele cara que parece incrível só é um arrogante que tem muita certeza do que diz e confunde os demais.

      “Bem aventurados os humildes porque eles herdarão a Terra”